Zygoma ZAGA Centers (PT)

[vc_row full_width=”stretch_row” full_height=”yes” content_placement=”top” first_background_type=”image” first_background_position=”bottom-center” first_background_image_size=”full” first_background_size=”cover” enable_second_overlay=”true” second_overlay_opacity=”100″ second_background_color=”rgba(255,255,255,0.8)” enable_parallax=”true” enable_parallax_pattern=”true” parallax_background=”30034″ el_id=”HOME” css=”.vc_custom_1528214528868{background-position: center !important;background-repeat: no-repeat !important;background-size: cover !important;}”][vc_column alignment=”center”][vc_row_inner content_placement=”top”][vc_column_inner width=”1/6″ alignment=”center”][vc_single_image image=”30047″ img_size=”medium” alignment=”center”][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”5/6″][vc_custom_heading text=”ZAGA ” font_container=”tag:h1|font_size:48|text_align:left|color:%23001d60|line_height:1″ google_fonts=”font_family:Montserrat%3Aregular%2C700|font_style:700%20bold%20regular%3A700%3Anormal”][vc_custom_heading text=”Zygoma Integrated Solutions” font_container=”tag:h1|font_size:32|text_align:left|color:%23001d60|line_height:1″ google_fonts=”font_family:Montserrat%3Aregular%2C700|font_style:700%20bold%20regular%3A700%3Anormal”][vc_empty_space height=”16px”][info_banner_vc text_padding=”5px 5px 5px 5px”]

ZAGA é um método que visa garantir o sucesso a longo prazo do tratamento da atrofia maxilar através de implantes zigomáticos. Melhora drasticamente os resultados de outras técnicas e está focado no progresso da medicina cuja prioridade é o bem-estar do paciente.

 

Zygoma Integrated Solutions é uma plataforma que reúne pacientes, profissionais, protocolos, experiência, investigação e ciência relacionados com o método ZAGA. Tem o objetivo de promover, de forma segura, o uso de implantes zigomáticos, coordenando as relações entre o paciente, o seu dentista (ZAGA Partner) e profissionais altamente especializados em implantes zigomáticos (ZAGA Centers).

[/info_banner_vc][/vc_column_inner][/vc_row_inner][/vc_column][/vc_row][vc_row full_width=”stretch_row_content” gap=”10″ full_height=”yes” content_placement=”middle” enable_first_overlay=”true” first_overlay_opacity=”100″ first_background_type=”image” first_background_image=”28600″ first_background_position=”top-center” first_background_image_size=”full” first_background_color=”#ffffff” first_background_repeat=”repeat” enable_second_overlay=”true” second_overlay_opacity=”98″ second_background_color=”#ffffff” el_id=”ZAGA”][vc_column][vc_row_inner][vc_column_inner width=”1/6″][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”5/6″][vc_custom_heading text=”ZAGA: Zygoma Anatomy Guided Approach” font_container=”tag:h1|font_size:32|text_align:left|color:%23001d60|line_height:1″ google_fonts=”font_family:Montserrat%3Aregular%2C700|font_style:700%20bold%20regular%3A700%3Anormal”][/vc_column_inner][/vc_row_inner][/vc_column][vc_column][vc_row_inner content_placement=”top”][vc_column_inner width=”1/6″][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”1/6″][vc_single_image image=”30041″ img_size=”medium”][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”3/6″][mpc_accordion preset=”mpc_preset_1″ auto_close=”true” auto_indent=”true” opened=”1″ title_font_preset=”mpc_preset_65″ title_font_color=”#333333″ title_font_size=”16″ title_font_transform=”uppercase” title_font_align=”left” title_margin_divider=”true” title_margin_css=”margin-top:10px;margin-right:0px;margin-bottom:0px;margin-left:0px;” hover_title_color=”#001d60″ content_font_preset=”mpc_preset_25″ content_font_align=”left” content_padding_divider=”true” content_padding_css=”padding-top:0px;padding-right:0px;padding-bottom:0px;padding-left:0px;” content_margin_divider=”true” content_margin_css=”margin-top:10px;margin-right:0px;margin-bottom:10px;margin-left:0px;” margin_divider=”true” margin_css=”margin-top:0px;margin-right:0px;margin-bottom:0px;margin-left:0px;” mpc_icon__transition=”fade” mpc_icon__icon=”eti eti_arrow_carrot-right_alt2″ mpc_icon__icon_color=”#adadad” mpc_icon__icon_size=”20″ mpc_icon__hover_icon=”eti eti_arrow_carrot-down_alt2″ mpc_icon__hover_icon_color=”#001d60″][mpc_accordion_tab title=”O que significa ZAGA?”][mpc_textblock content_width=”100″ margin_divider=”true” mpc_tooltip__border_divider=”true” mpc_tooltip__padding_divider=”true”]ZAGA, pelas siglas em inglês, significa “método (de implantes zigomáticos) pautado pela anatomia do paciente.” Isto significa que é a anatomia do paciente que direciona a técnica cirúrgica e não o inverso. Portanto, em vez de forçar a anatomia do paciente às nossas ferramentas e processos, nós adaptamos as nossas ferramentas e processos em função da anatomia do paciente. [/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”A filosofia ZAGA”][mpc_textblock content_width=”100″]ZAGA, mais do que um método, é uma filosofia de trabalho que tem como foco o bem-estar do paciente. As características e necessidades individuais de cada paciente são os elementos principais no momento de construir/elaborar o plano de tratamento e os materiais ou implantes a serem utilizados.  A filosofia ZAGA pretende assegurar o sucesso a longo prazo do tratamento da atrofia severa do maxilar através de próteses dentais ancoradas sobre implantes zigomáticos. A filosofia ZAGA pretende, além de maximizar o sucesso, evitar complicações em vez de tratá-las. Para atingir estes objetivos de forma estandardizada, a filosofia ZAGA é concretizada através da criação e uso de protocolos de atuação personalizados, contrastados e sistematizados.  [/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”A técnica original”][mpc_textblock content_width=”100″]O Professor Doutor P-I Brånemark foi o inventor do implante zigomático. A técnica cirúrgica original para a colocação de um implante no osso zigomático baseia-se numa entrada através do céu da boca e um trajeto através do seio maxilar, o qual necessita de comprovação visual através da abertura de uma “janela” na parede anterior maxilar. Após a colocação do implante, procedia-se ao fecho completo da gengiva e à adaptação de uma dentadura removível. Após um período de 6 meses aproximadamente, abre-se novamente a gengiva e inicia-se o processo de fabricação da prótese fixa. A duração de tratamento na técnica original é de aproximadamente 8 meses. Em 1983, o Dr. Aparicio, juntamente com o seu mentor, o Professor Dr. P-I Brånemark, o Professor Eugene Keller (Mayo Clinic, Rochester, EUA) e o Dr. Jordi Olivé, apresentou o primeiro artigo internacional sobre a reparação de um grande defeito ósseo maxilar através de implantes zigomáticos. O artigo foi publicado na revista científica internacional Journal of Oral & Maxillofacial Implants.
Em 1998, a Dra. Malevez leciona o primeiro curso cirúrgico para o uso de implantes zigomáticos, explicando a técnica tradicional descrita pelo Prof P-I. Brånemark. Durante os anos seguintes, vários autores publicam repetidamente sobre a técnica original, entre os quais, sem sermos exaustivos, destacamos Agliardi EL, Al-Nawas B, Aparicio C, Bedrossian E, Bothur S, Boyes-Varley JG, Chow J, Corvello PC, Davo R, Duarte LR, Espósito M, Fazard P, Higuchi KW, Jensen O, Malevez C, Malo P, Migliorança RM, Nkenke E, Parel SM, Peñarrocha M, Pi Urgell J, Stella JP, Vrielinck L. .
O resumo dos resultados obtidos nestas publicações é que, em geral, verifica-se uma boa estabilidade do implante zigomático, o que favorece a firmeza da prótese a longo prazo. Contudo, existe um número indeterminado de pacientes associado a complicações de infeções de aparição tardia, tais como a comunicação boca-seios ou boca-nariz. Também é comum que, nestas fases iniciais da técnica cirúrgica, a prótese seja demasiado volumosa e ocasione problemas de espaço com a língua e dificuldades na manutenção da higiene.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”As técnicas extra-sinusais ou extra-maxilares”][mpc_textblock content_width=”100″]Após anos de prática, compilados na sua publicação de 10 anos sobre a técnica original em 2005 e 2006, o Dr. Aparicio e a sua equipa dão a conhecer e publicam pela primeira vez vários trabalhos em revistas académicas internacionais de primeiro nível, nos quais partilham a sua nova técnica extra-sinusal ou extra-maxilar de colocação de implantes zigomáticos pela parte externa lateral do maxilar, evitando, assim, a entrada pelo paladar utilizada na técnica original. O objetivo da técnica extra-sinusal era evitar os dois inconvenientes da técnica original: complicações sinusais e próteses demasiado volumosas. Além disso, neste período, introduz-se o conceito de “carga imediata”, ao passar dos implantes regulares aos implantes zigomáticos. A primeira prótese é fixada e colocada durante o prazo de 24h após a cirurgia. Os princípios da carga imediata sobre implantes regulares foram estabelecidos em protocolos em 2002, após o primeiro Consenso Internacional de Carga Imediata, organizado pelos Drs. Lars Sennerby, Bo Rangert e Carlos Aparicio.


Em 2008 e 2009, o Dr. Aparicio e a sua equipa especializada publicaram os resultados gerados nos 3 anos de utilização da nova técnica extra-maxilar, provando que este método de colocação de implantes zigomáticos reduz o risco de infeções sinuais secundárias a comunicação do seio com a boca e melhora a prótese, o que coincide com resultados posteriores de outros autores como Migliorança RM, Malo P e Corvello PC na técnica exterior com carga imediata. No entanto, a equipa de Aparicio chama a atenção ao aparecimento de uma nova complicação resultante da aplicação sistemática da mesma técnica para todos os pacientes: a recessão da gengiva e exposição do implante zigomático, com possibilidade de contaminação bacteriana.  [/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Como surgiu o método ZAGA?”][mpc_textblock content_width=”100″]O método ZAGA surgiu para poder oferecer aos pacientes que sofrem de atrofia maxilar extrema uma reabilitação fiável e a longo prazo, sem os efeitos colaterais da técnica original (complicações sinusais e próteses demasiado volumosas), nem as complicações típicas das técnicas exteriores, extra-maxilares ou extra-sinusais (deiscências gengivais e exposição do implante zigomático).
O método ZAGA foi descrito pelo Dr. Aparicio no seu livro “Zygomatic Implants. The Anatomy-Guided Approach” (ZAGA). Depois de estudos cirúrgico-anatómicos em série de pacientes reais, o Dr. Carlos Aparicio desenvolve a técnica extra-maxilar de implantes zigomáticos descrita pela sua própria equipa em 2005, evitando a recessão da gengiva e a falta de cobertura gengival do implante zigomático. Em 2011, com base numa classificação sistemática da anatomia maxilar, sugere um sistema de tratamento individualizado para cada pessoa, que tem como objetivo prevenir as complicações das técnicas anteriormente mencionadas, que utilizam uma cirurgia semelhante para todos os pacientes, denominada ZAGA.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”O método ZAGA”][mpc_textblock content_width=”100″]O método ZAGA é um conjunto de técnicas, materiais e protocolos de atuação para os diferentes profissionais envolvidos, que tem como objetivo otimizar, de forma sistemática, os resultados do tratamento da atrofia óssea maxilar extrema através de próteses dentais fixas ancoradas em implantes zigomáticos. O método baseia-se numa classificação sistemática das diferentes anatomias dos pacientes. A classificação ajuda a identificar a situação anatómica de cada paciente, o que permite adaptar o tratamento, os seus protocolos e materiais à sua realidade anatómica. Isto faz com que a cirurgia seja menos invasiva, menos problemática e mais bem-sucedida, o que aumenta drasticamente a taxa de sucesso do tratamento quando comparado aos tratamentos tradicionais.   
Ao contrário do que acontece com as técnicas tradicionais de colocação de implantes zigomáticos, o método ZAGA reduz, praticamente a zero, a possibilidade de complicações infeciosas sinusais. O método tem como um dos objetivos principais evitar os problemas ou complicações relacionadas com a recessão da gengiva e a exposição do implante, típica dos sistemas denominados extra-maxilares ou extra-sinusais. A prótese dental colocada com o método ZAGA ocupa um espaço na boca semelhante ao dos dentes naturais, o que facilita uma construção mais estética e duradoura. Através do método ZAGA, podemos colocar num só dia dentes fixos na boca de pacientes que sofrem de atrofia maxilar extrema, sem enxertos ou necessidade de locais doadores. [/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Como é a cirurgia com a técnica ZAGA?”][mpc_textblock content_width=”100″]A cirurgia para a colocação de implantes zigomáticos de acordo com a técnica ZAGA minimiza a osteotomia maxilar, colocando o implante zigomático sem necessidade de abrir a “janela” no osso maxilar que as restantes técnicas exigem. Sem desperdiçar o osso da janela, maximizamos a área de contato do implante com o osso zigomático. Isto implica não só uma maior precisão da perfuração, como também uma selagem ótima da osteotomia sinusal e uma melhor estabilidade primária do implante.
Através da abordagem ZAGA, o paciente recebe um tratamento individualizado. O implante é colocado por meio de uma osteotomia minimamente invasiva, sempre respeitando o osso do paladar. A inserção do implante zigomático pode ser realizada tanto de forma exterior ao osso alveolar que protege o seio, como de forma mais intra-alveolar, em conformidade com a própria anatomia residual do maxilar do paciente. Graças a esta consideração, é possível conservar mais osso na área crítica perto da crista alveolar; consegue-se uma melhor manutenção da integridade da membrana de Schneider e um tecido mole mais saudável ao redor da cabeça do implante. Tudo isto se traduz numa melhor selagem, tanto óssea como do tecido mole, a nível da cabeça do implante. Quanto maior a selagem, menor a possibilidade de transmissão bacteriana.
Em sucessivas publicações, o método ZAGA demonstra os seus benefícios a longo prazo quando comparado com a técnica original. A filosofia ZAGA oferece a possibilidade de utilizar uma metodologia para sistematizar a colocação de implantes zigomáticos com resultados positivos, sem complicações a longo prazo, incluindo a colocação de dentes fixos mais estéticos e funcionais 24 horas após a cirurgia. [/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”ZAGA: cirurgia minimamente invasiva?”][mpc_textblock content_width=”100″]Com o método ZAGA, é simplificada a cirurgia das técnicas convencionais para a colocação de implantes zigomáticos. A cirurgia ZAGA conserva mais estrutura óssea, é mais rápida e mais precisa. O uso do método ZAGA transforma a cirurgia tradicional ou os enxertos da anca num tratamento minimamente invasivo.

Devido à sua abordagem conservadora, respeita-se a integridade da parede maxilar na sua zona crítica do trajeto inicial do implante zigomático. Assim sendo, evitam-se as complicações sinusais frequentes com outros métodos. Ao contrário do que acontece com as técnicas tradicionais para a colocação de implantes zigomáticos, a prótese dental colocada com o método ZAGA ocupa um lugar natural na boca e as suas dimensiones são muito parecidas com as dos dentes naturais, o que facilita a sua estética, manutenção e higiene. [/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Implantes zigomáticos ZAGA”][mpc_textblock content_width=”100″]Após mais de 25 anos de experiência no uso de implantes zigomáticos e em colaboração com uma equipa de engenheiros, desenhamos os implantes zigomáticos ZAGA que integramos na nossa plataforma de soluções zigomáticas.
As suas dimensões reduzidas adaptam-se ao paciente, especialmente ao paciente de género feminino mais afetado pela atrofia, com uma qualidade muito superior à que até agora oferecia o mercado. A sua colocação necessita de uma cirurgia menos invasiva. A sua composição é muito mais compatível com o organismo, já que não tem elementos estranhos potencialmente prejudiciais, como o alumínio ou o vanádio. As suas formas são diferentes para que possam adequar-se à anatomia do paciente prevenindo complicações derivadas da sua colocação. A sua textura e desenho têm em conta a biologia e a função do entorno bucal. Os novos implantes zigomáticos fabricados em conformidade com a filosofia ZAGA são utilizados nos ZAGA Centers.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][/mpc_accordion][vc_empty_space][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”1/6″][/vc_column_inner][/vc_row_inner][mvc_timeline_father size=”17px” clr=”#001d60″ width=”10px”][mvc_timeline_son date=”1993″ clr=”#001d60″ size=”19px” arrowclr=”#001d60″ icon=”fa fa-check-square-o” bgclr=”#001d60″]

Reconstruction of the premaxilla with autogenous iliac bone in combination with osseointegrated implants. Ver

[/mvc_timeline_son][mvc_timeline_son date=”1999″ clr=”#001d60″ size=”19px” arrowclr=”#001d60″ icon=”fa fa-check-square-o” bgclr=”#001d60″]

El implante trans-zigomático. Ver

[/mvc_timeline_son][mvc_timeline_son date=”2001″ clr=”#001d60″ size=”19px” arrowclr=”#001d60″ icon=”fa fa-check-square-o” bgclr=”#001d60″]

Implantes zigomáticos en la rehabilitación del maxilar superior atrófico. Resultados preliminares de un estudio prospectivo. Ver

[/mvc_timeline_son][mvc_timeline_son date=”2006″ clr=”#001d60″ size=”19px” arrowclr=”#001d60″ icon=”fa fa-check-square-o” bgclr=”#001d60″]

A prospective clinical study on titanium implants in the zygomatic arch for prosthetic rehabilitation of the atrophic edentulous maxilla with a follow-up of 6 months to 5 years. Ver

[/mvc_timeline_son][mvc_timeline_son date=”2006″ clr=”#001d60″ size=”19px” arrowclr=”#001d60″ icon=”fa fa-check-square-o” bgclr=”#001d60″]

Zygomatic implant: New surgery approach

[/mvc_timeline_son][mvc_timeline_son date=”2008″ clr=”#001d60″ size=”19px” arrowclr=”#001d60″ icon=”fa fa-check-square-o” bgclr=”#001d60″]

Extrasinus Zygomatic Implants. Three year experience from a new surgical approach for patients with pronounced buccal concavities in the edentulous maxilla.

[/mvc_timeline_son][mvc_timeline_son date=”2008″ clr=”#001d60″ size=”19px” arrowclr=”#001d60″ icon=”fa fa-check-square-o” bgclr=”#001d60″]

The use of zygomatic implants for prosthetic rehabilitation of the severely resorbed maxilla. Ver

[/mvc_timeline_son][mvc_timeline_son date=”2010″ clr=”#001d60″ size=”19px” arrowclr=”#001d60″ icon=”fa fa-check-square-o” bgclr=”#001d60″]

Extrasinus zygomatic implants: three year experience from a new surgical approach for patients with pronounced buccal concavities in the edentulous maxilla. Ver

[/mvc_timeline_son][mvc_timeline_son date=”2010″ clr=”#001d60″ size=”19px” arrowclr=”#001d60″ icon=”fa fa-check-square-o” bgclr=”#001d60″]

Immediate/Early loading of zygomatic implants: clinical experiences after 2 to 5 years of follow-up. Ver

[/mvc_timeline_son][mvc_timeline_son date=”2011″ clr=”#001d60″ size=”19px” arrowclr=”#001d60″ icon=”fa fa-check-square-o” bgclr=”#001d60″]

A proposed classification for zygomatic implant patient based on the zygoma anatomy guided approach (ZAGA): a cross-sectional survey. Ver

[/mvc_timeline_son][mvc_timeline_son date=”2013″ clr=”#001d60″ size=”19px” arrowclr=”#001d60″ icon=”fa fa-check-square-o” bgclr=”#001d60″]

Zygomatic implants: the anatomy-guided approach. Ver

[/mvc_timeline_son][mvc_timeline_son date=”2014″ clr=”#001d60″ size=”19px” arrowclr=”#001d60″ icon=”fa fa-check-square-o” bgclr=”#001d60″]

The long-term use of zygomatic implants: a 10-year clinical and radiographic report. Ver

[/mvc_timeline_son][mvc_timeline_son date=”2014″ clr=”#001d60″ size=”19px” arrowclr=”#001d60″ icon=”fa fa-check-square-o” bgclr=”#001d60″]

Zygomatic implants placed using the zygomatic anatomy-guided approach versus the classical technique: a proposed system to report rhinosinusitis diagnosis. Ver

[/mvc_timeline_son][mvc_timeline_son date=”2014″ clr=”#001d60″ size=”19px” arrowclr=”#001d60″ icon=”fa fa-check-square-o” bgclr=”#001d60″]

Zygomatic implants: indications, techniques and outcomes, and the zygomatic success code. Ver

[/mvc_timeline_son][mvc_timeline_son date=”2015″ clr=”#001d60″ size=”19px” arrowclr=”#001d60″ icon=”fa fa-check-square-o” bgclr=”#001d60″]

Zygomatic implant based oral rehabilitation: State of the art and proposed criteria for success. Ver

[/mvc_timeline_son][/mvc_timeline_father][/vc_column][/vc_row][vc_row full_width=”stretch_row_content” gap=”10″ full_height=”yes” content_placement=”middle” first_background_type=”image” first_background_position=”top-center” first_background_image_size=”full” first_background_color=”#ffffff” first_background_size=”cover” enable_second_overlay=”true” second_overlay_opacity=”88″ second_background_color=”#ffffff” enable_parallax=”true” enable_parallax_pattern=”true” parallax_background=”28609″ el_id=”ZIS”][vc_column][vc_row_inner][vc_column_inner width=”1/6″][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”5/6″][vc_custom_heading text=”ZYGOMA INTEGRATED SOLUTIONS” font_container=”tag:h1|font_size:32|text_align:left|color:%23001d60|line_height:1″ google_fonts=”font_family:Montserrat%3Aregular%2C700|font_style:700%20bold%20regular%3A700%3Anormal”][vc_empty_space height=”16px”][/vc_column_inner][/vc_row_inner][/vc_column][vc_column][vc_row_inner content_placement=”top”][vc_column_inner width=”1/3″][mpc_chart value=”25″ border_divider=”true” padding_divider=”true” margin_divider=”true” title_font_preset=”default” title_font_color=”#001d60″ title_font_size=”22″ title_font_transform=”capitalize” title_font_align=”center” title=”Diagnóstico” title_margin_divider=”true” title_margin_css=”margin-top:5px;” description_font_align=”center” description_margin_divider=”true” chart_width=”15″ chart_radius=”40″ chart_front_background_color=”#001d60″ icon=”fa fa-street-view” icon_color=”#001d60″ icon_size=”30″ disable_value=”true” marker_border_divider=”true” inner_circle_border_divider=”true” outer_circle_border_divider=”true”]O ZAGA Partner diagnostica e elabora o plano de tratamento. Encaminha-se o paciente ao ZAGA Center da sua localidade.

[/mpc_chart][mpc_chart value=”50″ border_divider=”true” padding_divider=”true” margin_divider=”true” title_font_color=”#001d60″ title_font_size=”22″ title_font_transform=”capitalize” title_font_align=”center” title=”Tratamento cirúrgico” title_margin_divider=”true” title_margin_css=”margin-top:5px;” description_font_align=”center” description_margin_divider=”true” chart_width=”15″ chart_radius=”40″ chart_front_background_color=”#001d60″ icon=”fa fa-university” icon_color=”#001d60″ icon_size=”30″ disable_value=”true” marker_border_divider=”true” inner_circle_border_divider=”true” outer_circle_border_divider=”true”]Tratamento cirúrgico e colocação da prótese fixa provisória imediata pelo ZAGA Center, centro certificado.

[/mpc_chart][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”1/3″][mpc_chart value=”75″ border_divider=”true” padding_divider=”true” margin_divider=”true” title_font_color=”#001d60″ title_font_size=”22″ title_font_transform=”capitalize” title_font_align=”center” title=”Prótese fixa definitiva” title_margin_divider=”true” title_margin_css=”margin-top:5px;” description_font_align=”center” description_margin_divider=”true” chart_width=”15″ chart_radius=”40″ chart_front_background_color=”#001d60″ icon=”fa fa-user-md” icon_color=”#001d60″ icon_size=”30″ disable_value=”true” marker_border_divider=”true” inner_circle_border_divider=”true” outer_circle_border_divider=”true”]O ZAGA Partner, através da conexão permanente com a Plataforma, coloca a prótese fixa definitiva.

[/mpc_chart][mpc_chart value=”100″ border_divider=”true” padding_divider=”true” margin_divider=”true” title_font_color=”#001d60″ title_font_size=”22″ title_font_transform=”capitalize” title_font_align=”center” title=”Acompanhamento” title_margin_divider=”true” title_margin_css=”margin-top:5px;” description_font_align=”center” description_margin_divider=”true” chart_width=”15″ chart_radius=”40″ chart_front_background_color=”#001d60″ icon=”fa fa-trophy” icon_color=”#001d60″ icon_size=”30″ disable_value=”true” marker_border_divider=”true” inner_circle_border_divider=”true” outer_circle_border_divider=”true”]O ZAGA Partner encarrega-se do acompanhamento e cuidado do paciente para o resto da sua vida.

[/mpc_chart][vc_empty_space][vc_btn title=”Solicitar mais informação” style=”outline” color=”primary” size=”lg” align=”left” link=”url:%23CONTACTAR|”][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”1/3″][mpc_accordion preset=”mpc_preset_1″ auto_close=”true” auto_indent=”true” opened=”25″ title_font_preset=”mpc_preset_65″ title_font_color=”#333333″ title_font_size=”16″ title_font_transform=”uppercase” title_font_align=”left” title_margin_divider=”true” title_margin_css=”margin-top:10px;margin-right:0px;margin-bottom:0px;margin-left:0px;” hover_title_color=”#001d60″ content_font_preset=”mpc_preset_25″ content_font_align=”left” content_padding_divider=”true” content_padding_css=”padding-top:0px;padding-right:0px;padding-bottom:0px;padding-left:0px;” content_margin_divider=”true” content_margin_css=”margin-top:10px;margin-right:0px;margin-bottom:10px;margin-left:0px;” margin_divider=”true” margin_css=”margin-top:0px;margin-right:0px;margin-bottom:0px;margin-left:0px;” mpc_icon__transition=”fade” mpc_icon__icon=”eti eti_arrow_carrot-right_alt2″ mpc_icon__icon_color=”#adadad” mpc_icon__icon_size=”20″ mpc_icon__hover_icon=”eti eti_arrow_carrot-down_alt2″ mpc_icon__hover_icon_color=”#001d60″][mpc_accordion_tab title=”O que é um ZAGA Partner?”][mpc_textblock content_width=”100″ margin_divider=”true” mpc_tooltip__border_divider=”true” mpc_tooltip__padding_divider=”true”]Os ZAGA Partners são uma rede de clínicas dentais gerais ou dentistas de família dirigidas por profissionais extraordinários com um perfil diferenciado de atenção global, marcada pela qualidade do serviço oferecido e pela empatia com o paciente.  
O objetivo do ZAGA Partner é tornar-se na “pessoa de referência” para esse paciente específico. O ZAGA Partner é o profissional que acompanha o paciente durante TODO o tratamento. Isso inclui as fases de diagnóstico com a Plataforma ZAGA; o acompanhamento, a conexão permanente com a Plataforma, a fase cirúrgica e da prótese imediata; a realização da fase da prótese definitiva no próprio centro Partner; e a manutenção do tratamento durante o resto da sua vida, partilhando as suas experiências e aplicando eventuais novas tecnologias através da Plataforma ZAGA.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Porquê visitar um ZAGA Partner?”][mpc_textblock content_width=”100″]Para os ZAGA Partners, o paciente é a prioridade. Conhecem e ponderam as dificuldades do tratamento, sobretudo no que se refere à fase cirúrgica. Este especialista da saúde valoriza o facto de que o ZAGA tenha demostrado ser o método mais conservador e previsível para a colocação de implantes zigomáticos.
O interesse dos ZAGA Partners é diagnosticar a necessidade de tratamento da falta de osso maxilar através de implantes zigomáticos, bem como manter e reter no seu centro o tratamento reabilitador e a manutenção posterior do tratamento do seu paciente. Para concluir com sucesso a reabilitação do paciente, os ZAGA Partners asseguram-se de que na cirurgia seja também utilizado o método ZAGA.
Os ZAGA Partners formam parte da rede global ZAGA e, portanto, usufruem da Plataforma ZAGA. Os ZAGA Partners, bem como os ZAGA Centers, fazem parte da rede global ZAGA, que tem como objetivo certificar e promover a filosofia ZAGA entre profissionais e pacientes.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”O que é um ZAGA Center?”][mpc_textblock content_width=”100″ margin_divider=”true” mpc_tooltip__border_divider=”true” mpc_tooltip__padding_divider=”true”]Os ZAGA Centers são uma rede internacional de profissionais altamente especializados no tratamento da falta de osso maxilar através de implantes zigomáticos. Certificados na filosofia ZAGA, os ZAGA Centers reúnem o tratamento cirúrgico dos pacientes da zona ou cidade que necessitam de implantes zigomáticos, o que os torna verdadeiros especialistas no tratamento da atrofia maxilar ou das bocas com pouco osso. A principal função do centro ZAGA é realizar a cirurgia do maxilar com pouco osso, colocando implantes zigomáticos de acordo com o método ZAGA, bem como equilibrar uma prótese fixa imediata nas 24 horas após a cirurgia.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Porquê os ZAGA Centers?”][mpc_textblock content_width=”100″]O tratamento com implantes zigomáticos é muito mais complexo, sobretudo desde o ponto de vista cirúrgico, que o tratamento com implantes dentais normais. A atrofia maxilar extrema é a indicação chave para a colocação de implantes zigomáticos.
As estatísticas mostram que o número de pessoas com atrofia maxilar severa, apurado anualmente numa clínica de tamanho normal, é escasso. Tendo em conta a curva normal de aprendizagem, compreende-se que para o dentista, que dirige com rigor essa clínica geral, seja muito difícil tornar-se um cirurgião especialista nesse tratamento.
Na esmagadora maioria dos casos, o paciente que perde os dentes e sofre de atrofia severa no maxilar superior tem apenas uma oportunidade para tratar a sua perda dental com dentes fixos. Acreditamos que o tratamento da atrofia maxilar com implantes zigomáticos deve ser elaborado por um profissional especializado como o ZAGA Center, uma vez que tem que ser bem-sucedido na primeira tentativa.
Além de estarem conectados à Zygoma Integrated Solutions e partilhar a sua experiência, os ZAGA Centers têm acesso à tecnologia premium, especialmente concebida para adaptar-se a cada anatomia, os ZAGA Designs como por exemplo os implantes zigomáticos ZAGA.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Como funcionam os ZAGA Centers?”][mpc_textblock content_width=”100″]Os ZAGA Centers fazem parte da Zygoma Integrated Solutions, que tem como objetivo a certificação e promoção da filosofia ZAGA entre profissionais e pacientes.
Através da Plataforma ZAGA, os ZAGA Centers estão conectados com os ZAGA Partners, formados por clínicas gerais da zona, com um perfil diferencial que se caracteriza por uma atenção global e diferenciada, a qual inclui a reabilitação com implantes zigomáticos quando necessário. As clínicas ZAGA Partners dispõem também de aceso à Plataforma ZAGA. Os ZAGA Partners estão qualificados para realizar a prótese definitiva, o tratamento reabilitador e a manutenção posterior do tratamento do paciente no seu centro.
Assim, o trabalho é realizado por uma equipa que inclui os seguintes profissionais:
o ZAGA Partner: acompanha o paciente em todo o percurso e é responsável pela preparação para o diagnóstico, prótese final e manutenção do tratamento do paciente;
o ZAGA Center: responsável pela cirurgia e prótese imediata provisória; e
a ZAGA Platform: responsável pelo sucesso e acompanhamento do tratamento, prestando apoio na seleção do paciente, no diagnóstico, no encaminhamento, na logística e na comunicação entre os intervenientes.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”O que é a Zygoma Integrated Solutions?”][mpc_textblock content_width=”100″ margin_divider=”true” mpc_tooltip__border_divider=”true” mpc_tooltip__padding_divider=”true”]A Zygoma Integrated Solutions é uma plataforma concebida para acompanhar o tratamento com implantes zigomáticos segundo o método ZAGA. Através da implementação e uso da plataforma, os profissionais partilham todos os aspetos médicos, logísticos e administrativos necessários para assegurar o sucesso. A equipa envolvida no tratamento é composta pelos ZAGA Partners e os ZAGA Centers, todos eles certificados no método pela equipa ZAGA Experts. A experiência gerada na plataforma permite a melhora contínua dos protocolos, técnicas e instrumentos.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Como funciona a plataforma ZIS?”][mpc_textblock content_width=”100″]Com o apoio da equipa ZAGA Experts da plataforma, a clínica dental geral ou o seu dentista de família (ZAGA Partner) identificam a necessidade do uso de implantes zigomáticos e elaboram o plano de tratamento. De seguida, o paciente é encaminhado ao ZAGA Center da sua localidade para o tratamento cirúrgico e colocação da prótese fixa provisória imediata. Para esta seleção são utilizados critérios de proximidade geográfica e de características diferenciais de diagnóstico e complexidade. Um conjunto de ZAGA Partners forma um ZAGA Center. Graças à plataforma, os ZAGA Centers acumulam mais experiência por tratar mais pacientes e, portanto, alcançam as melhores estatísticas de sucesso na reabilitação através de implantes zigomáticos.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”ZAGA Experts”][mpc_textblock content_width=”100″]Os ZAGA Experts são uma equipa que dirige a plataforma Zygoma Integrated Solutions. É composta por cirurgiões e cientistas reconhecidos internacionalmente pela sua carreira profissional e filosofia focadas no desenvolvimento da medicina orientada para o bem-estar do paciente em primeiro lugar.

Os ZAGA Experts têm como objetivo a constante melhoria do tratamento da atrofia maxilar severa através de estudos clínicos e de colaborações entre diferentes áreas da medicina e da tecnologia. Os ZAGA Experts participam e transmitem aos membros certificados os avanços alcançados através de publicações indexadas e participações em congressos internacionais especializados.

Os ZAGA Experts estão comprometidos com a investigação e com o desenvolvimento tecnológico. Dirigem e direcionam os protocolos de investigação e publicações posteriores em revistas científicas que se realizam em colaboração com os ZAGA Partners e os ZAGA Centers.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][/mpc_accordion][/vc_column_inner][/vc_row_inner][/vc_column][/vc_row][vc_row full_width=”stretch_row_content” gap=”10″ full_height=”yes” content_placement=”middle” enable_first_overlay=”true” first_overlay_opacity=”100″ first_background_type=”image” first_background_image=”28600″ first_background_position=”top-center” first_background_image_size=”full” first_background_color=”#001d60″ first_background_repeat=”repeat” enable_second_overlay=”true” second_overlay_opacity=”98″ second_background_color=”#ffffff” el_id=”ATROPHY”][vc_column][vc_row_inner][vc_column_inner width=”1/6″][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”5/6″][vc_custom_heading text=”ATROFIA MAXILAR E IMPLANTES ZIGOMÁTICOS” font_container=”tag:h1|font_size:32|text_align:left|color:%23001d60|line_height:1″ google_fonts=”font_family:Montserrat%3Aregular%2C700|font_style:700%20bold%20regular%3A700%3Anormal”][/vc_column_inner][/vc_row_inner][/vc_column][vc_column][vc_row_inner content_placement=”middle”][vc_column_inner width=”1/6″][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”1/6″][vc_empty_space][vc_single_image image=”30051″ img_size=”large”][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”3/6″][vc_empty_space][mpc_accordion preset=”mpc_preset_1″ auto_close=”true” auto_indent=”true” opened=”1″ title_font_preset=”mpc_preset_65″ title_font_color=”#333333″ title_font_size=”16″ title_font_transform=”uppercase” title_font_align=”left” title_margin_divider=”true” title_margin_css=”margin-top:10px;margin-right:0px;margin-bottom:0px;margin-left:0px;” hover_title_color=”#001d60″ content_font_preset=”mpc_preset_25″ content_font_align=”left” content_padding_divider=”true” content_padding_css=”padding-top:0px;padding-right:0px;padding-bottom:0px;padding-left:0px;” content_margin_divider=”true” content_margin_css=”margin-top:10px;margin-right:0px;margin-bottom:10px;margin-left:0px;” margin_divider=”true” margin_css=”margin-top:0px;margin-right:0px;margin-bottom:0px;margin-left:0px;” mpc_icon__transition=”fade” mpc_icon__icon=”eti eti_arrow_carrot-right_alt2″ mpc_icon__icon_color=”#adadad” mpc_icon__icon_size=”20″ mpc_icon__hover_icon=”eti eti_arrow_carrot-down_alt2″ mpc_icon__hover_icon_color=”#001d60″][mpc_accordion_tab title=”O que é e como se trata atualmente a atrofia maxilar severa?”][mpc_textblock content_width=”100″ margin_divider=”true” mpc_tooltip__border_divider=”true” mpc_tooltip__padding_divider=”true”]Existem situações em que o osso que forma o maxilar superior “encolhe-se”, diminuindo, por vezes, até desaparecer por completo. Este fenómeno é conhecido como “bocas sem osso” ou “bocas com pouco osso”.

O resultado é um maxilar superior composto por seios maxilares muito pneumatizados que contêm muito ar e estão separados da boca por um tabique de osso de pouquíssimos milímetros. Informalmente, fala-se dos maxilares com “pouco osso” ou “sem osso” como aptos para implantes dentais convencionais. Atualmente, usamos o osso do pómulo ou osso zigomático para ancorar implantes e colocar dentes fixos em 24 horas. [/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Quais são as causas da atrofia maxilar?”][mpc_textblock content_width=”100″]A atrofia maxilar geralmente aparece após as extrações dentais, seja por motivo de infeção dental por caries, fraturas ou infeções periodentais à volta do dente como a periodontite ou a “piorreia”. O encolhimento ósseo do maxilar ocorre também após a perda de implantes dentais ou devido ao fracasso de enxertos ósseos. É comum que a atrofia maxilar se manifeste com maior gravidade nos setores posteriores da boca quando os enxertos de seio não funcionam. A falta de osso maxilar poder ser causada por fatores hormonais, pelo que é frequente que se manifeste em mulheres de meia idade. Por fim, a falta de osso maxilar pode aparecer em consequência do tratamento ressectivo de neoplasias que afetam o maciço craniofacial.  [/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”O que são os implantes zigomáticos?”][mpc_textblock content_width=”100″]Um implante zigomático é um implante maior do que o habitual que, a partir do osso residual do maxilar é ancorado no osso zigomático, malar ou osso das maças do rosto. O osso zigomático tem a característica de não se atrofiar, como o osso maxilar, no caso de perda dos dentes naturais.

O implante zigomático é utilizado para fixar dentes fixos em maxilares atróficos, evitando a necessidade e as complicações do uso de enxertos de osso no seio maxilar, nariz ou crista alveolar. Deste modo, os implantes zigomáticos constituem a melhor opção para reabilitar os dentes perdidos nas pessoas que não podem colocar implantes regulares pelo fato das suas bocas terem pouco osso maxilar.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Vantagens dos implantes zigomáticos em relação aos enxertos de osso “][mpc_textblock content_width=”100”]A primeira vantagem é a de evitar complicações do enxerto ósseo e a minimização dos riscos da intervenção. Seguindo a filosofia ZAGA para a colocação de implantes zigomáticos, não é necessária uma zona doadora de osso (por exemplo, a anca). Logicamente, se não utilizarmos enxerto de osso, não estaremos dependentes de que este prenda ou seja bem-sucedido, nem teremos que esperar meses sem dentes ou com uma dentadura removível para que isso ocorra.
A percentagem de sucesso de um procedimento com enxertos de osso é de aproximadamente 80%. Dito de outra forma, os enxertos de osso falham em 20% dos casos. A percentagem de sucesso anual de um tratamento com implantes zigomáticos é de 97%. Em outras palavras, falham apena em 3% dos casos.
O tratamento da falta de osso ou atrofia maxilar com enxertos de osso requer aproximadamente 12 meses de duração até à colocação dos dentes. Em contrapartida, o tratamento da falta de osso ou atrofia maxilar com implantes zigomáticos seguindo a filosofia ZAGA, necessita de menos de 24 horas para colocar uma prótese fixa no seu maxilar.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][/mpc_accordion][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”1/6″][/vc_column_inner][/vc_row_inner][/vc_column][/vc_row][vc_row full_width=”stretch_row_content” gap=”10″ full_height=”yes” columns_placement=”stretch” content_placement=”middle” enable_first_overlay=”true” first_overlay_opacity=”100″ first_background_type=”image” first_background_image=”28600″ first_background_position=”top-center” first_background_image_size=”full” first_background_color=”#001d60″ first_background_repeat=”repeat” enable_second_overlay=”true” second_overlay_opacity=”98″ second_background_color=”#ffffff” el_id=”FAQ”][vc_column][vc_row_inner][vc_column_inner width=”1/6″][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”4/6″][vc_custom_heading text=”PERGUNTAS FREQUENTES” font_container=”tag:h1|font_size:32|text_align:left|color:%23001d60|line_height:1″ google_fonts=”font_family:Montserrat%3Aregular%2C700|font_style:700%20bold%20regular%3A700%3Anormal”][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”1/6″][/vc_column_inner][/vc_row_inner][vc_row_inner][vc_column_inner width=”1/6″][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”1/6″][vc_empty_space][vc_single_image image=”30053″ img_size=”large”][vc_empty_space][vc_btn title=”Solicitar mais informação” style=”outline” color=”blue” size=”lg” align=”right” link=”url:%23CONTACTAR|”][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”3/6″][vc_empty_space][mpc_accordion preset=”mpc_preset_1″ auto_close=”true” auto_indent=”true” opened=”1″ title_font_preset=”mpc_preset_65″ title_font_color=”#333333″ title_font_size=”16″ title_font_transform=”uppercase” title_font_align=”left” title_margin_divider=”true” title_margin_css=”margin-top:10px;margin-right:0px;margin-bottom:0px;margin-left:0px;” hover_title_color=”#001d60″ content_font_preset=”mpc_preset_25″ content_font_align=”left” content_padding_divider=”true” content_padding_css=”padding-top:0px;padding-right:0px;padding-bottom:0px;padding-left:0px;” content_margin_divider=”true” content_margin_css=”margin-top:10px;margin-right:0px;margin-bottom:10px;margin-left:0px;” margin_divider=”true” margin_css=”margin-top:0px;margin-right:0px;margin-bottom:0px;margin-left:0px;” mpc_icon__transition=”fade” mpc_icon__icon=”eti eti_arrow_carrot-right_alt2″ mpc_icon__icon_color=”#adadad” mpc_icon__icon_size=”20″ mpc_icon__hover_icon=”eti eti_arrow_carrot-down_alt2″ mpc_icon__hover_icon_color=”#001d60″][mpc_accordion_tab title=”Em que casos se recomenda o uso de implantes zigomáticos?”][mpc_textblock content_width=”100″ margin_divider=”true” mpc_tooltip__border_divider=”true” mpc_tooltip__padding_divider=”true”]A intervenção de implantes zigomáticos é recomendada como último recurso para “bocas sem osso”, com o propósito de evitar o uso de enxertos ósseos mais agressivos e menos previsíveis. Quando o cirurgião responsável pelo seu tratamento no Zygoma Zaga Center utiliza a filosofia ZAGA para colocar implantes zigomáticos, o paciente terá, em apenas um dia, dentes fixos mais estéticos e parecidos com os seus originais. Recebe um tratamento menos invasivo, especificamente concebido para si de acordo com a sua anatomia, reduzindo as possibilidades de ter as complicações que surgem com outras técnicas de implantes zigomáticos e com um melhor prognóstico a longo prazo.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Os implantes zigomáticos são todos iguais?”][mpc_textblock content_width=”100″]Existem diferenças entre os implantes zigomáticos que atualmente podemos encontrar no mercado. É necessário destacar que para a maximização do sucesso do tratamento a longo prazo, além da técnica cirúrgica, são também importantes o design e a composição do próprio implante. Por este motivo, os resultados e as possíveis complicações variam bastante de acordo com os materiais e a metodologia utilizada.
Na plataforma ZAGA promove-se não apenas a adaptação da técnica ao paciente, mas também o design do próprio implante. Por isso, concebemos novos implantes zigomáticos ZAGA. As suas dimensões adaptam-se especialmente bem a pacientes mais complexos afetados pela atrofia severa, como os de género feminino. A sua colocação requer de uma cirurgia menos invasiva. Os centros ZAGA têm acesso preferencial aos implantes e outros componentes com design ZAGA.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Existem diferentes formas de colocar os implantes zigomáticos?”][mpc_textblock content_width=”100″]Existem várias técnicas para colocar o implante zigomático, assim como diferentes tipos de implantes zigomáticos. Nem todas as técnicas de colocação de implantes no osso das maças do rosto, nem todos os diferentes tipos de implantes zigomáticos permitem obter os mesmos resultados.
Ao contrário de outros métodos, a colocação de implantes zigomáticos, baseada no método ZAGA, realiza-se através de uma osteotomia minimamente invasiva, seguindo um trajeto específico para cada paciente que habitualmente inclui de forma parcial o seio maxilar até à ancoragem no osso zigomático malar.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Em que consiste o tratamento com implantes zigomáticos seguindo a filosofia ZAGA?”][mpc_textblock content_width=”100″]A colocação de implantes zigomáticos seguindo o método ZAGA é realizada por meio de uma osteotomia minimamente invasiva que segue um trajeto específico para cada paciente, que habitualmente inclui parcialmente o seio maxilar até à ancoragem no osso zigomático malar. O implante zigomático é utilizado para fixar os dentes fixos em maxilares atróficos, evitando-se a necessidade do uso de enxertos de osso no seio maxilar, nariz ou crista alveolar e respetivas complicações. Desta forma, os implantes zigomáticos constituem a melhor opção para reabilitar os dentes perdidos de pessoas em quem não é possível colocar implantes normais devido ao fato de suas bocas terem pouco osso maxilar.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Quanto tempo dura o tratamento?”][mpc_textblock content_width=”100″]Depois da intervenção para a colocação de implantes zigomáticos com a filosofia ZAGA e normalmente antes das primeiras 24 horas, o paciente recebe uma dentadura fixa conhecida como “prótese imediata”. Após um período de aproximadamente 4 meses de utilização dos dentes fixos provisórios, durante o qual é aconselhável uma dieta leve, é feita a prótese final. É normal que durante estes primeiros meses a gengiva passe por um processo de desinflamação, o que causa espaços cada vez maiores entre a prótese e a gengiva. A prótese posterior ocupa-se destes e de outros aspetos técnicos e estéticos. [/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Qual é a taxa de sucesso do tratamento?”][mpc_textblock content_width=”100″]O tratamento de desdentação oral mediante próteses fixas ancoradas sobre implantes zigomáticos tem uma taxa de sucesso muito alta, de cerca de 92% aos 10 anos. Hoje em dia, os novos desenvolvimentos, como o método ZAGA, além de melhorar o prognóstico, permitem também diminuir o número de complicações associadas. [/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Que testes diagnósticos serão necessários?”][mpc_textblock content_width=”100″]Normalmente é necessário, além de uma exploração clínica intra-oral, uma radiografia panorâmica e uma radiografia computadorizada tipo Cone Beam CT. Estes exames não eliminam a possibilidade da realização de outros em caso de necessidade. [/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Podem haver complicações?”][mpc_textblock content_width=”100″]Como em qualquer cirurgia podem haver complicações, motivo pelo qual é necessário consultar o seu caso específico para conhecê-las em pormenor.  De modo geral, através da filosofia ZAGA, evitam-se as frequentes complicações de comunicação buco-nasal ou buco-sinusal identificadas noutros sistemas usados até agora. Ao contrário do que ocorre com as técnicas tradicionais para a colocação de implantes zigomáticos, a prótese dental colocada com o método ZAGA ocupa um espaço natural na boca e as suas dimensões são muito parecidas com as dos dentes naturais, o que facilita a sua estética, manutenção e higiene. [/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”No caso de fracasso do implante quais são as possíveis soluções?”][mpc_textblock content_width=”100″]As possíveis opções após um eventual fracasso dos implantes zigomáticos são escassas. Acreditamos sinceramente que na esmagadora maioria dos casos, o paciente que perde os dentes e sofre de atrofia severa no maxilar superior terá apenas UMA oportunidade para tratar a perda dental com dentes fixos. Por isso, é fundamental que o tratamento seja bem-sucedido na primeira tentativa. Por este motivo, é necessário utilizar os serviços de um centro altamente especializado na reabilitação da atrofia maxilar extrema mediante implantes zigomáticos.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”Que tipo de dentadura terei depois do tratamento?”][mpc_textblock content_width=”100″]Depois da intervenção, normalmente antes das primeiras 24 horas, o paciente recebe uma dentadura fixa conhecida como “prótese imediata” para a colocação de implantes zigomáticos O processo de colocação de dentes fixamente aparafusados aos implantes imediatamente após a operação para a inserção dos implantes chama-se “carga imediata”. A carga imediata requer que o paciente entenda o processo biológico de reparação do tecido ósseo como a cura de uma fratura óssea com a ajuda de uma placa de fixação. Além das características técnicas que esta prótese imediata deve ter, é comum a recomendação de fazer uma dieta leve e de não fumar por um período de aproximadamente 4 meses. [/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][mpc_accordion_tab title=”O porquê da filosofia ZAGA para o meu tratamento com implantes zigomáticos?”][mpc_textblock content_width=”100″]Os especialistas que seguem a filosofia ZAGA compreendem e são solidários ao sofrimento do paciente, independentemente de como este o manifeste. Para qualquer membro da Zygoma Integrated Solutions, o objetivo do seu trabalho é a satisfação do paciente.
Graças à plataforma ZAGA, os Zaga Centers reúnem os pacientes da zona ou cidade, provenientes dos ZAGA Partners, que sofrem de atrofia maxilar severa. Tornando-os verdadeiros especialistas no tratamento da atrofia maxilar ou das bocas com pouco osso.
Os ZAGA Centers estão em constante comunicação com o seu dentista geral afiliado (ZAGA Partner) através da Plataforma ZAGA, permitindo ter sempre à disposição a informação necessária para o tratamento individualizado.
Os ZAGA Centers distinguem-se por terem à disposição e utilizarem protocolos para conseguirem resultados ótimos a longo prazo. Tendo também acesso à tecnologia mais inovadora, como é o caso dos designs dos implantes zigomáticos ZAGA, especialmente concebidos para se adaptarem a cada anatomia.[/mpc_textblock][/mpc_accordion_tab][/mpc_accordion][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”1/6″][/vc_column_inner][/vc_row_inner][/vc_column][/vc_row][vc_row full_width=”stretch_row_content” gap=”10″ full_height=”yes” columns_placement=”stretch” content_placement=”middle” enable_first_overlay=”true” first_overlay_opacity=”100″ first_background_type=”image” first_background_image=”28600″ first_background_position=”top-center” first_background_image_size=”full” first_background_color=”#001d60″ first_background_repeat=”repeat” enable_second_overlay=”true” second_overlay_opacity=”98″ second_background_color=”#ffffff” el_id=”TESTIMONIOS”][vc_column][vc_row_inner][vc_column_inner width=”1/6″][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”4/6″][vc_custom_heading text=”TESTEMUNHOS” font_container=”tag:h1|font_size:32|text_align:left|color:%23001d60|line_height:1″ google_fonts=”font_family:Montserrat%3Aregular%2C700|font_style:700%20bold%20regular%3A700%3Anormal”][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”1/6″][/vc_column_inner][/vc_row_inner][vc_row_inner][vc_column_inner width=”1/6″][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”4/6″][vc_empty_space][mpc_testimonial preset=”mpc_preset_13″ author_font_color=”#001d60″ author_font_align=”left” author=”Joaquín de la Serna” url_font_preset=”mpc_preset_27″ url_font_color=”#f0767b” url_font_size=”13″ hover_url_color=”#ffffff” url=”||target:%20_blank|” testimonial_font_preset=”mpc_preset_47″ testimonial_font_color=”#001d60″ testimonial_font_size=”14″ testimonial_font_align=”right” thumbnail=”30068″ thumbnail_border_css=”border-radius:100px;”]

Desde luego fue una decisión acertada ya que hoy puedo decir (como tantos otros imagino) que me ha cambiado la vida. Es por eso que agradezco sinceramente el trato recibido, tanto a nivel personal como por la profesionalidad mostrada en todo momento por todos ellos.

[/mpc_testimonial][mpc_testimonial preset=”mpc_preset_13″ author_font_color=”#001d60″ author_font_align=”left” author=”Tina Alonso” url_font_preset=”mpc_preset_27″ url_font_color=”#f0767b” url_font_size=”13″ hover_url_color=”#ffffff” url=”||target:%20_blank|” testimonial_font_preset=”mpc_preset_47″ testimonial_font_color=”#001d60″ testimonial_font_size=”14″ testimonial_font_align=”left” thumbnail=”30083″ thumbnail_border_css=”border-radius:100px;” thumbnail_padding_divider=”true” thumbnail_padding_css=”padding-left:10px;”]

Cuando me colocaron la prótesis, ¡me parecía un sueño! Solo tengo palabras de agradecimiento al Doctor, por haberme dado la oportunidad de este sueño que me cambió la vida, y por todo el seguimiento y atenciones.

[/mpc_testimonial][mpc_testimonial preset=”mpc_preset_13″ author_font_color=”#001d60″ author_font_align=”left” author=”Ana Mielgo” url_font_preset=”mpc_preset_27″ url_font_color=”#f0767b” url_font_size=”13″ hover_url_color=”#ffffff” url=”||target:%20_blank|” testimonial_font_preset=”mpc_preset_47″ testimonial_font_color=”#001d60″ testimonial_font_size=”14″ testimonial_font_align=”left” thumbnail=”30086″ thumbnail_border_css=”border-radius:100px;” thumbnail_padding_divider=”true” thumbnail_padding_css=”padding-left:10px;”]

He tenido tres hijos y a medida que mi familía iba aumentando, también iban aumentado los problemas con mis dientes. Me faltaba mucho hueso, me decían que necesitaba injertos de hueso en el seno y no me decidia… Me operé el 28-10 de 1999.  Tenía un deseo: poder morder una manzana como cuando era una moza; Y ahora, ¡MUERDO MANZANAS!

[/mpc_testimonial][mpc_testimonial preset=”mpc_preset_13″ author_font_color=”#001d60″ author_font_align=”left” author=”Rosario Benet” url_font_preset=”mpc_preset_27″ url_font_color=”#f0767b” url_font_size=”13″ hover_url_color=”#ffffff” url=”||target:%20_blank|” testimonial_font_preset=”mpc_preset_47″ testimonial_font_color=”#001d60″ testimonial_font_size=”14″ testimonial_font_align=”left” thumbnail=”30074″ thumbnail_border_css=”border-radius:100px;” thumbnail_padding_divider=”true” thumbnail_padding_css=”padding-left:10px;”]

Era noviembre de 1998. Estuve 24 horas en la clínica y pocos días después ya pude disfrutar de una vida normal, que continua hoy en día. La “inauguración” fueron un chuletón y un bocadillo que hacía mucho tiempo que no me atrevía a degustar. El temor y la inseguridad que me condicionaban desaparecieron para siempre.

[/mpc_testimonial][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”1/6″][/vc_column_inner][/vc_row_inner][/vc_column][/vc_row][vc_row full_width=”stretch_row_content” gap=”10″ full_height=”yes” content_placement=”middle” first_background_type=”image” first_background_position=”top-center” first_background_image_size=”full” first_background_color=”#001d60″ first_background_size=”cover” enable_second_overlay=”true” second_overlay_opacity=”75″ second_background_color=”rgba(255,255,255,0.8)” enable_parallax=”true” enable_parallax_pattern=”true” parallax_background=”30034″ el_id=”CONTACTAR”][vc_column][vc_row_inner][vc_column_inner width=”1/4″][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”1/2″][vc_custom_heading text=”Contactar” font_container=”tag:h1|font_size:32|text_align:left|color:%23001d60|line_height:1″ google_fonts=”font_family:Montserrat%3Aregular%2C700|font_style:700%20bold%20regular%3A700%3Anormal”][vc_empty_space][vc_raw_html]PHNwYW4gc3R5bGU9ImNvbG9yOiAjMDAxZDYwOyBsaW5lLWhlaWdodDogMS41OyI+DQpbY2FsZGVyYV9mb3JtIGlkPSJDRjViMDZhNjlhNjRjMmEiXQ0KPC9zcGFuPg==[/vc_raw_html][/vc_column_inner][vc_column_inner width=”1/4″][/vc_column_inner][/vc_row_inner][/vc_column][/vc_row]